Menu
A+ A A-

Americanos preferem ser 'sapo grande em um lago pequeno'

english chinese

A diferença em ser "rabo de jacaré ou cabeça de lagartixa" tanto nos negócios quanto nos estudos

ANN ARBOR — Você preferiria ser um estudante estrela em uma boa universidade, ranqueada entre as Top 100 ou um aluno medíocre em uma escola mais prestigiada, que fica entre as Top 10 do país? E falando sobre empregos — uma posição em uma empresa classificada entre as 10 melhores do mundo, aonde você talvez ficasse entre os funcionários "abaixo da média" ou um colaborador de ponta em uma empresa Top 100, em que você se destaca?

Provavelmente, sua resposta é moldada com base na sua educação cultural, segundo um novo estudo da Universidade de Michigan. O estudo mostra que os norte-americanos estão mais propensos a escolher ser "sapo grande em um pequeno lago", do que "sapo pequeno em um grande lago", se comparados aos chineses.

Através de uma série de estudos, mais de 600 adultos dos Estados Unidos e da China foram questionados sobre suas preferências em relação à educação e ao mercado de trabalho.

Os chineses se demonstraram ser significativamente mais propensos (58%) do que os norte-americanos brancos (29%) a escolher a faculdade Top 10, apesar de terem desempenho acadêmico abaixo da média entre seus colegas. Nos negócios, os chineses (27%) optaram mais frequentemente por trabalhar em uma empresa Top 10 global do que os norte-americanos brancos (14%).

"Apesar de ambas as culturas reconhecerem as vantagens de ser "a cabeça da lagartixa" ou o sapo grande em um pequeno lago, a maior diferença na hora de escolher a lagoa grande foi motivada pelo que era considerado apropriado culturalmente," disse Kaidi Wu, estudante de doutorado em Psicologia Social na U-M e principal autora do estudo .

Os pesquisadores não sugerem que os chineses não queiram ser o sapo grande em um pequeno lago. "Não há uma maneira 'certa' de escolher sua preferência ou uma solução universal na hora de tomar uma decisão," Wu disse.

Wu explica ainda que existe um raciocínio por trás da escolha do grande lago nas culturas que valorizam o prestígio e o status social (e a necessidade e desejo relativamente menores de estar nesta posição em culturas como nos EUA.). Mas o grande lago também pode ser uma escolha preferível nos EUA, quando se pensa em carreiras acadêmicas.

"As dez principais universidades norte-americanas geram surpreendentemente, três vezes mais professores com domínio de posse que as Top 20. Se você quer ter um grande futuro acadêmico, vá para o grande lago na hora de fazer sua pós-graduação e faça o seu melhor para ser tornar um grande sapo lá," diz.

Entre outros autores do estudo estão Stephen Garcia, professor de Psicologia e Estudos Organizacionais e Shirli Kopelman, professora de Gestão e de Organizações.

Os resultados aparecem na edição atual da Social Psychological and Personality Science.

 

Study: Frogs, Ponds, and Culture: Variations in Entry Decisions

Kaidi Wu

Stephen Garcia

Shirli Kopelman