Menu
A+ A A-

Dirigindo mais pelas ruas da cidade, menos pelas estradas do país

mandarin english

Mais dirigindo nas ruas da cidade, menos nas estradas do paísANN ARBOR - Apesar da variedade de modos de transporte alternativos - ônibus, trens, bicicletas - os moradores de cidades estão dirigindo mais quilômetros do que nunca, dizem pesquisadores da Universidade de Michigan.

Em um novo estudo usando dados do Departamento de Transportes dos EUA, Michael Sivak e Brandon Schoettle, do Instituto de Pesquisa em Transportes da U-M, examinaram a distância anual conduzida em diversas localidades e o tipo de estrada, em áreas urbanas e rurais nos EUA, de 2000 a 2016.

Eles descobriram que durante esse período, a distância urbana conduzida aumentou 33%, enquanto a distância rural diminuiu 12%. A distância geral (combinando a condução tanto em áreas urbanas quanto rurais) aumentou 15% - a mesma taxa de aumento da população dos EUA desde 2000.

"Embora o aumento da distância total possa ser plenamente explicada pelo aumento da população norte-americana, durante o período examinado, os padrões divergentes de condução urbana e rural não são explicados pelas mudanças correspondentes aos números das populações urbanas e rurais," Sivak disse.

Sivak e Schoettle dizem que um aumento de 19% na população urbana de 2000 a 2016 pode representar apenas 58% do aumento da distância urbana conduzida. Além disso, a distância rural diminuiu, apesar da população rural ter permanecido praticamente inalterada desde 2000.

Os pesquisadores da U-M dizem que, para entender melhor os fatores que contribuíram para esses padrões de condução recentes, pesquisas futuras devem considerar os fatores demográficos dos recém-chegados nas áreas urbanas; as recentes mudanças econômicas nas áreas urbanas e rurais; quem dirige em estradas urbanas e rurais e para que fins; e o impacto do acesso à Internet e atividades on-line sobre a condução, especialmente nas áreas rurais.

Michael Sivak
Brandon Schoettle