Menu
A+ A A-

Ir para a cama na hora certa exige autocontrole com o controle remoto

english hindi

Uma ilustração de alguém que fecha a televisão na hora de dormir.ANN ARBOR - Se você criou uma agenda para assistir televisão à noite, a chance é que você não está adiando a hora de dormir.

De acordo com um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Michigan e da Universidade de Leuven, na Bélgica, os telespectadores habituais estão acostumados a começar e a parar de assistir televisão em horários definidos à noite, o que os tornam menos propensos a adiar a hora de dormir.

Há uma ampla evidência de que o uso da mídia - seja assistindo TV ou usando o telefone celular ou laptop - atrapalha o sono. Pesquisas anteriores, entretanto, não exploraram como o autocontrole desempenha um papel importante para os telespectadores noturnos.

O atual estudo conclui que o baixo autocontrole impede uma pessoa de priorizar os benefícios de obter uma boa noite de sono a longo prazo. Ao contrário, ela enxerga apenas as vantagens do entretenimento e diversão que sente pelo uso da mídia.

"Em outras palavras, as pessoas têm dificuldade em lidar com a tentação da mídia a menos que tenham autocontrole", disse o co-autor do estudo, Jan Van den Bulck, professor de Estudos da Comunicação da U-M . "A presença dos meios de comunicação que nos envolvem durante as últimas horas do dia provoca um conflito interno onde consideramos os benefícios do entretenimento da mídia contra os de irmos para a cama em um bom horário".

A idéia central é que o autocontrole é como um músculo. Quando acordamos, nossos níveis de autocontrole estão no máximo, diz Van den Bulck. Ao longo do dia, nós os usamos. À noite, esse controle está no seu nível mais baixo, e o sono é uma forma importante de reabastecimento.

Os pesquisadores dizem que este é o momento exato em que muitas pessoas estão assistindo TV, o que significa que elas resistem a tentação de sintonizar em outro episódio ou mudar para outro canal.

Van den Bulck e sua colaboradora Liese Exelmans, da Universidade de Leuven, dizem que não tinham ideia que os telespectadores mais consistentes não teriam problemas para manter o horário da hora de dormir.

"Faz sentido", disse Exelmans, principal autora do estudo. "Se você tem um forte hábito de assistir TV, você pode assistir muita televisão, mas você também acaba tendo muito controle sobre ela e fica, portanto, menos propenso a adiar a sua hora de dormir."

Os pesquisadores fizeram uma amostragem de 821 adultos na Bélgica que responderam perguntas sobre seus comportamentos de televisão e sono em novembro de 2014. Para as entrevistas face-a-face, os participantes foram selecionados aleatoriamente usando listas telefônicas.

Os participantes relataram sua exposição à televisão das 20h às 7h. Eles classificaram as respostas em uma escala com as seguintes declarações: "Eu quero ir para a cama na hora, mas eu simplesmente não consigo" e "Muitas vezes eu ainda estou fazendo outras coisas quando é hora de ir para a cama." Para saber sobre autocontrole, algumas frases foram, "Eu gostaria de ter mais auto-disciplina" e "Eu sou capaz de trabalhar eficazmente com metas de longo prazo."

O estudo também mostrou que os homens assistem mais televisão durante a noite do que as mulheres. Aqueles que trabalham nos turnos do dia e da noite apontaram ver menos TV durante a noite, em comparação com aqueles que trabalharam apenas durante o dia.

O autocontrole tem um impacto inverso à exibição à noite de TV - quanto menos autocontrole, mais uma pessoa assiste TV durante a noite e consequentemente maior a chance de procrastinação na hora de dormir. Muitos participantes também indicaram que assistem TV automaticamente sem pensar em nada disso.

Os resultados aparecem na edição atual da Communication Research.

Study
Jan Van den Bulck